Atendendo com carinho. Estreitando laços.

24h Urgências e Internações


Por que devo vacinar meu pet?

por Veterinária Reino Animal

Postado em novembro de 2018


A vacinação é o método mais eficiente no controle de doenças infectocontagiosas, contribuindo para uma vida mais longa e com mais saúde, sendo também de extrema importância para a saúde de quem convive com ele, pois doenças de carater zoonotico como a raiva, leptospirose e leishimaniose são previnidas com a imunoprofilaxia.

Este procedimento ocorre por meio da inoculação de antigenos atenuados ou inativados. Sendo a vacinação recomendada para todos os filhotes de cães e gatos, respeitando o período de duração da imunidade passiva adquirida através da mãe e tendo como objetivo estimular de forma segura, a resposta adaptativa, levando a formação de anticorpos, de maneira que os cães imunizados apresentem títulos protetores de anticorpos presente na corrente sanguinea, em particular as imunoglobulina G.

A imunoglobulina G, ou IgG são sintetizadas nos plasmócitos, linfonodos e medula óssea, quando presente no sangue estão em grandes quantidades. Sua presença indica exposição prévia ao antigeno, por meio de vacina ou de infecção natural. Sendo assim, são utilizadas para avaliar os níveis de proteção especifica contra um determinado patógeno, como exemplos, os virus da cinomose, parvovirose, hepatite infecciosa e a raiva.

Vale ressaltar que nem todos os animais estão aptos a receber esta imunizaçao, pacientes não sadios, correm o risco de acelerar a evolução da doença já instalada. Devido aos riscos é fundamental que seu uso seja direcionado a pacientes saudaveis. Um exame clínico e laboratorial precoce a vacinação auxiliará a indicação do protocolo vacinal.

Os filhotes recebem anticorpos de forma passiva da mãe, possibilitando a formação de anticorpos própios. Na maioria dos filhotes a imunidade passiva terá declinio entre 8 – 12 semanas de idade, esse declinio permite a imunização adquirida. Porém é nesta fase que a vacina se torna mais efetiva, entretanto outros possuem niveis altos de anticorpos maternos que são incapazes de responder a vacinação com 12 semanas. Devido a este fator a vaccionation guidlines group (VGG) Recomenda para as vacinas essenciais, aquela em que todos os cães em todo o mundo devem receber, contra doenças infecciosas de significancia global, que se inicie aos 45 dias a 2 meses de idade, com intervalo a cada 2 – 4 semanas até as 16 semanas de idade ou mais. Por tanto o número de vacinação (3 ou 4 doses) essencial primaria do filhote, será determinada pela idade na qual se inicia a vacinação e no intervalo selecionado entre elas.